sábado, setembro 16, 2006

THE RAPTURE ----- Pieces Of The People We Love (2006)






















Três anos depois do álbum de estreia, "ECHOES", de 2003, os fantásticos THE RAPTURE regressam com este novo álbum de originais, "Pieces of The People We Love".
Tenho que concordar, que três anos é de facto muito tempo no panorama pop, ainda para mais, com um álbum de estreia muito acima de média, muito por causa do marcante single "House of Jealous Lover", e não só, eu sei, "I need your love", por exemplo, também deixou as suas marcas. Lembro-me, em 2003, que estavamos numa era ainda de ressaca dos anos 90, diga-se, uma década de autêntico deserto pop. O novo século pedia novo sangue, pop viva e, acima de tudo, boas canções. Alguns projectos começaram a nascer, exemplos : Primal Scream(não era um projecto novo) mas em 2000, recuperaram as electrónicas de 80 com a subtileza pop de inícios de 90. Os The Strokes com "Is this it?"(estreia), de 2001. Os Zoot Woman com o seu álbum em 2003, recuperaram a pop de 80, incrementando as necessárias doses dançantes. Os The Bravery, Franz Ferdinad, Bloc Party, a começarem a dar os primeiros passos com singles e demos que faziam prever um futuro risonho, com as naturais influências de bandas pop e pós-punk de oitenta. Tinha, então, nascido a vaga REVIVALISTA, vaga essa, que continua nos dias de hoje, e que muita gente a quer terminada.
É, contudo isto, que apareçe o álbum de estreia dos The Rapture, em 2003. "Echoes", assim se chama, o álbum que os pôs no estrelato, ajudando a impulsionar a vaga revivalista. Criaram, ao contrário das bandas que citei em cima( som britânico), um som Nova-Iorquino, com boas influências de gente como, Liquid Liquid, Material e Konk. A isto, os The Rapture, juntaram com seu bom gosto, os ritmos dançantes. Nova Iorque, tinha voltado a ser a capital da música..a da música dançante.
Passaram, então, três anos, e os THE RAPTURE voltam a fazer um estupendo disco. Houve evolução? Na minha opinião..sim! Um som mais dançante e carnal, mais carregado de guitarras pós-punk e com uma voz mais bem trabalhada. E quantos discos se dão ao luxo de ter verdadeira pérolas como ; "Pieces Of The People We Love ", "Get Myself Into It ", "First Gear ", "The Devil "e "Down For So Long ", muito poucos! Portanto, este é, sem dúvida, uns dos candidatos a disco do ano.
Ouçam-no, enquanto o revivalismo Nova Iorquino está vivo....

>THE RAPTURE
>PIECES OF THE PEOPLE WE LOVE (2006)

11 comentários:

Trivialidados disse...

Sem duvida uma grande banda.

Spaceboy disse...

Os Rapture são uma das bandas desta vaga revivalista que gosto. Ainda nao ouvi bem o novo disco, mas à primeira parece-me que o "Echoes" é melhor, mas ainda não posso dizer nada em concreto.

Marcus disse...

Achei esse disco melhor que o primeiro. A seqüência inicial é de arrebentar; na última vez em que discotequei coloquei-a inteira, sem trocar, e foi muito bem na pista.

Um dos grandes álbums do ano.

playlist disse...

Spaceboy: Eu gosto mais deste..é melhor, na minha opinião.

JM disse...

Também acho este bem mais interessante como um todo. Valeu a pena esperar.

Anónimo disse...

Ainda não o álbum, mas pelo single de apresentação parece ser bom.

joão

O Astronauta disse...

O "Get Myself Into It" é uma canção dos diabos, para mim, o grande tema deste Verão. Agora, parece-me que o resto do disco não está ao mesmo nível. Se estivesse, seria o disco do ano. Mas, atenção, é um bom disco. Ainda assim, acho que prefiro o "Echoes".
Cheers!

O Puto disse...

O single é muuuuito bom. Um dos temas do ano.

truman disse...

Parabéns pelo o blog está muito bom e com musica de muito bom gosto.Irei visitar muito mais vezes...

playlist disse...

Truman, serás sempre bem-vindo. Obrigado pelos tuas palavras

Kraak/Peixinho disse...

À parte o single que é bombástico, os restantes temas têm um nível um pouco inferior ao 1º álbum dos The Rapture, 'Echoes', o que não quer dizer que não aparecerá nas grandes listas Top '06 :)

Hugzz