sábado, dezembro 20, 2008

GIRA VINIL:::::"HAPPY HOUSE"(1980)




















A secção "Gira Vinil" está de volta.
Esta secção não é mais do que uma recuperção de sons "antigos", uma descoberta de sonoridades que não tive a oportunidade de viver, devido à minha idade. Sendo assim, navegando por mares perto da décade de oitenta, dei de caras com os Siouxsie And The Banshees, banda que conheço mal. Tentei aprofundar um pouco mais sobre a música desta banda londrina e, rapidamente, fiquei maravilhado com o single "Happy House" editado em 1980. Este single serviu de aperitivo para o lançamento do disco Kaleidoscope.
Cada vez percebo melhor a razão de se dizer que há muito pouco espaço para se ser invovador na música pop. 28anos depois, "Happy House", soa inacreditavelmente actual e arrasadora. Simplesmente viciante!!

4 comentários:

Poppe1 disse...

Sem duvida que o passado, mais ou menos recente, está recheado de optima música ainda por ouvir.
Um dos meus maiores prazeres deste ano foi tentar descobrir alguns desses grandes temas.
Descobrem-se coisas que nem sonhavamos.
um abraço

playlist disse...

É verdade sim senhor Poppe1.
Para mim, é um prazer viciante e reconfortante quando se descobrem coisas destas. Parece que descobri uma banda nova..com futuro:)! Caramba..este single podia perfeitamente entrar num dos melhores singles de 2008:). É o que dá ser-se criativo e estar fora do seu tempo..

Um gnd abrc.

O Astronauta disse...

"...28anos depois, "Happy House", soa inacreditavelmente actual e arrasadora."
Ora, nem mais,meu caro Recpop.

Os Banshees foram/são uma das melhores bandas de todos os tempos. Continua a esgravatar, pois há muitas pérolas para "desenterrar".
Não há nenhum disco deles dispensável. São todos bons. Sugiro que os ouças cronologicamente, para perceberes a evolução da banda.
E depois há a voz de Siouxsie, que é das melhores coisinhas que a mãe-natureza teve a bondade de nos oferecer.
Os Banshees foram uma das bandas-sonoras da minha adolescência. Eles sim, foram os verdadeiros "góticos".
Hoje, quando ouço os putos de 14 anos chamarem "góticos" as essas coisas escabrosas que dão pelo nome de Within Temptation e Tokyo Hotel, dá-me um nó no estômago. Para a "jubentude" de hoje, ser-se gótico pintar as unhas e os lábios de preto, espeta o cabelo e usa "eyeliner". Meu deus, como chegamos a isto?
"Revolta-me" e faz-me uma tremenda confusão este tipo de estereótipos que se criam para rotular um grupo de pessoas que apenas se veste da mesma maneira.
Chamar "góticos" aos Within temptation é o mesmo que chamar "punks" aos D'Zrt apenas porque um dos putos usa uma "crista" na cabeça...
Haja paciência...(já não há, mas enfim).

Abraços

playlist disse...

Sem dúvida Astronauta..vou prestar mais atenção e estes Banshees. Vou ver se arranjo já o primeiro álbum assim como o álbum que contem este single:).
Quanto ao ser-se gotico, concordo com o que disseste..não há muito mais a adiantar. Hoje vivemos num mundo um estranho..com pouco valores e tradições. Hoje, poucos pensam pela sua cabeça(este tema podia dar pano para mangas), e poucos sabem o que vestem. Já não há "fronteiras", lutas, e convicções. O real espelho daquilo que somos, como sociedade, são os partidos politicos. Não sabemos viver em globalização...ou não estamos preparados para ela?? Acima de tudo, vive-se num mundo com conceitos pouco concretos...

Um abrc.